A gestão dos resíduos da construção e demolição no Brasil é marcada pelo amadorismo, negligência e omissão das prefeituras

Certamente ações mais rigorosas para o controle da geração, transporte e destinação dos resíduos da construção e demolição – RCD.

O entulho representa mais da metade dos resíduos sólidos gerados numa cidade, porém é o único que não tem política pública, tanto para a geração, transporte e muito menos para a sua correta destinação

Falta compromisso da prefeitura na gestão dos resíduos da construção e apoio dos governos estaduais e federal em ações de prevenção e combate aos crimes ambientais.

Entendemos que o papel central para a mudança começa com ações concretas do prefeito e consciência do gerador, especialmente as grandes construtoras.

Do ponto de vista do gerador (construção), a prefeitura poderia:

  • Criar um cadastro dos grandes geradores de resíduos da construção;
  • Instituir o rastreamento inteligente do RCD da geração até o destino;
  • Construir ecopontos para os pequenos geradores, em geral até 1m³ por dia;
  • Identificar, monitorar e encerrar os aterros clandestinos de lixo e entulho;
  • Em caso de região metropolitana ou cidade conurbada, criar parceria com outros municípios para ações conjuntas para o rastreamento do RCD

Do ponto de vista do transportador (caçambeiro):

  • Criar cadastro dos transportadores de resíduos da construção;
  • Padronizar o tamanho das caçambas estacionárias;
  • Aprovar regras para o transporte de resíduos em veículos pequenos e caminhões;
  • Instituir o cadastro das caçambas, dos veículos e de todos os pedidos;
  • Exigir relatório de locação das caçambas no final do mês e do ano.

Do ponto de vista do destinatário de RCD (usinas de reciclagem de entulho, ATT ou aterros de inertes):

  • Integrar as informações das caçambas com os destinatários;
  • Exigir as informações os pedidos;
  • Estimular o uso de matérias primas sustentáveis a fim de promover a agenda ecológica.

A estratégia deve ser integrada entre os governos e deve focar objetivamente a redução e encerramento de aterros clandestinos e crimes relacionados a gestão do RCD.

Encontro Nacional das Usinas de Reciclagem de RCD 2023
30 de março de 2023 às 08h em São Paulo – SP
Oscar Freire, 2500 – Sumaré [Colado à Estação Sumaré]
Vagas Limitadas
Inscreva-se agora mesmo, clique aqui.

Sobre o autor
Compartilhe este post:
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Resíduos da construção