Gratuito para transportadores de RCD (caçambeiros)

13 de junho de 2024 às 08h

Patrocinadores
Dias
Horas
Minutos
Segundos

Primeiro evento do setor de caçambas estacionárias e ATT da história do segmento

Maior movimento de valorização do segmento de transporte de RCD e volumosos

Relacionamento com os maiores empresários do setor de caçamba para entulho

O que é o Seminário de Transporte de Resíduos da Construção

O Seminário Nacional do Transporte de Resíduos da Construção e ATT é um projeto de iniciativa do Movimento de Valorização do Transporte de Resíduos.

Primeiro evento voltado ao setor de transporte de resíduos com conteúdo exclusivo e dedicado aos transportadores. Os maiores especialistas em caçambas estacionárias com networking com as maiores empresas do Brasil

Primeiro evento voltado EXCLUSIVAMENTE ao setor de transporte de resíduos da construção

quem faz acontecer

Palestrantes

Alexandre Santos

Advogado atuante na causa ambiental, é sócio da usina de reciclagem de entulho Empreiterra de Guarulhos, além de especialista em resíduos da construção para litígios envolvendo o transporte de RCD e volumosos

André Luiz

Especialista em Gerenciamento Ambiental pela ESALQ/USP, consultor e professor na área de meio ambiente e resíduos com mais de 15 anos de experiência. Atualmente está como Secretário adjunto de Meio Ambiente e Serviços de Diadema – SP e membro do GT de Resíduos da Construção do Consorcio Intermunicipal do Grande ABC.

Carolina de Fátima

Arquiteta servidora efetiva da Prefeitura de São Paulo, cedida à Agência Reguladora de Serviços Públicos Municipais – SP Regula desde sua implantação. MBA em Gerenciamento de Projetos pelo Instituto Mauá de Tecnologia, Arquiteta e Urbanista formada pela Universidade São Judas Tadeu em 2003.

Com atuação no assessoramento da Gerência de Saneamento Ambiental da SP-Regula, contribuindo com o desenvolvimento de procedimentos, avanços e modernização de regulamentações, execução de monitoramento e fiscalização de áreas de destinação de Resíduos da Construção. Com experiência na gestão de resíduos municipais adquirida ao longo do tempo na Administração Pública Municipal no desempenho de funções junto à AMLURB e ao Departamento de Limpeza Urbana.

Edinilson dos Santos

Superintendente adjunto e diretor de resíduos sólidos do Serviço de Saneamento Ambiental de Santo André – SEMASA, é responsável pela política de ecopontos da cidade, além de atuar na ligação com cidades do ABC Paulista por meio do Consórcio ABC. Responde pela usina de reciclagem de RCD de Santo André e atua na regulamentação do transporte por caçambas estacionárias no município.

Leonardo Cesar

Engenheiro civil especializado em Building Information Modeling (BIM) com enfoque em projetos de edificação. Com larga experiência no setor de gerenciamento de resíduos de construção e demolição (RCD), atualmente trabalha na Multilix – ATT. Possui sólida expertise em reciclagem e transbordo de resíduos, coordenando iniciativas para a preservação ambiental e sustentabilidade no setor da construção e gerenciamento de canteiro de obras.

Levi Torres

É formado em administração e marketing pela Universidade Estácio de Sá em São Paulo – SP. É coordenador da Associação Brasileira para Reciclagem de Resíduos da Construção Civil e Demolição – Abrecon e especialista em projetos voltados a recuperação de aterros clandestinos, ATT (Área de Transbordo e Triagem), unidades de reciclagem de entulho e aterros de inertes. Coordena também o Programa de Qualidade Setorial da Abrecon e é professor do curso de Gestão e Operação de Usina de Reciclagem de RCD e da Universidade do RCD.

Marcos Américo

CEO da ATT MAD Ambiental, presidente da Cooedestina, cooperativa de caçambas e ATT na Grande BH, atua há mais de 10 anos com resíduos da construção tendo liderado o movimento de valorização do setor na Grande Belo Horizonte

Rafael Teixeira

Especialista em transporte de resíduos da construção e volumosos, Rafael Teixeira

Por que o transportador é o elo mais IMPORTANTE no segmento da gestão dos resíduos da construção?

A construtora joga toda a responsabilidade sobre o transportador e o estimula a cometer crimes ambientais relacionados à destinação do RCD.

A construção civil possui estrutura e força política (lobby) para mudar leis e colocar a culpa no transportador, embora desde 2002 a responsabilidade pelo resíduo seja do GERADOR.

Há uma ideia equivocada que o transportador deve responder pelo resíduo.

Por outro lado, o gerador (construtora) delega a sua responsabilidade para o transportador (caçambeiro).

Se você é transportador de RCD participe do maior grupo de transporte

Legislação sobre a responsabilidade do gerador do resíduo

Programação

Acompanhe tudo que vai rolar na Universidade do RCD.

13 de junho de 2024 às 08h em São Paulo

Gratuito para transportadores de RCD, usinas de reciclagem, ATTs e aterros de inertes

Tema 1: A gestão dos resíduos da construção no Brasil

Palestrante: Rafael Teixeira

Rafa Entulhos

Aterros clandestinos de lixo e entulho e a valorização do transporte de resíduos da construção

Tema 2: Transporte de resíduos, legislação ambiental e inovações no setor

Tema 3: Precificação do serviço de remoção e transporte de RCD

O que são as ATTs?

A área de transbordo é uma solução mais em conta se comparada com a usina de reciclagem de entulho e com o aterro de inertes, porém, pela sua natureza, ela deveria triar e destinar seus resíduos, o que de fato é um gargalo para esse tipo de empreendimento. Um fato que chama a atenção no segmento das ATTs é a ausência de identidade e padronização dos procedimentos. Não há uma convenção sobre o propósito desses empreendimentos, muito menos organização por parte de sindicatos, associações ou conselhos.

O resíduo da construção representa de 40% a 70% dos resíduos sólidos urbanos sem uma estratégia do poder público para a destinação desse resíduo.

Diferente do RSU – Resíduo Sólido Urbano, “responsabilidade” da municipalidade, o RCD (Resíduo da Construção e Demolição) é de responsabilidade do gerador, seja ele pequeno ou grande. Em muitos municípios, a cidade disponibiliza estruturas para destinar o RCD do pequeno gerador. Essa estrutura, chamada de ecoponto ou PEV – Ponto de Entrega Voluntária, recebe até dois metros cúbicos de entulho, sem lixo ou material contaminado.

Mais sobre o transporte de resíduos da construção

O comodismo te destrói, o desafio te constrói!

Nosso lema está inspirado na cultura dos transportadores de resíduos da construção (caçambeiros) em destinar os resíduos da construção em aterros clandestinos e ilegais e a basear suas operações em crimes ambientais.

O descarte clandestino de lixo e entulho, além de crime ambiental, não sustenta uma empresa de transporte de resíduos, ao contrário, pode a qualquer momento comprometer a sua operação, portanto, o caminho para a lucratividade está na profissionalização do negócio.

Onde vai ser?

localizacao-movimento-cacambeiros

Local:

Associação Comercial de São Paulo - ACSP
R. Boa Vista, 51 - Centro Histórico - São Paulo/SP
Entre o Metrô São Bento e Sé

Clique aqui para obter rotas

Dê preferência ao transporte público

Metrô:

Estação São Bento - Linha 1 Azul

Estação Anhangabaú - Linha 3 Vermelha

Estação Sé - Linha 3 Vermelha

Ônibus municipais:

Conheça a cidade de São Paulo

Edifício Martinelli

Páteo do Colégio

Mosteiro de São Bento

Theatro Municipal

Mercado Municipal

Farol Santander

Hotéis na região

Novotel Jaraguá

Bairro: Centro
Distância do local: 2 km

Sooz

Bairro: Centro
Distância do local: 2 km
(Clique no nome do hotel para entrar no site)

San Raphael

Bairro: Centro
Distância do local: 3 km
(Clique no nome do hotel para entrar no site)

Caravelas

Bairro: Centro
Distância do local: 3 km
(Clique no nome do hotel para entrar no site)

B&B Hotels

Bairro: Luz
Distância do local: 4 km
(Clique no nome do hotel para entrar no site)

Rojas All Suite

Bairro: Santa Cecília
Distância do local: 4 km
(Clique no nome do hotel para entrar no site)

Quality Faria Lima

Bairro: Pinheiros
Distância do local: 7 km

Stay Charlie

Bairro: Pinheiros
Distância do local: 8 km
(Clique no nome do hotel para entrar no site)

Ibis Style

Bairro: Pinheiros
Distância do local: 8 km
(Clique no nome do hotel para entrar no site)

Hilton Garden Inn

Bairro: Pinheiros
Distância do local: 9 km

Estanplaza

Bairro: Vila Olímpia
Distância do local: 8 km
(Clique no nome do hotel para entrar no site)

Go Inn

Bairro: Jaguaré
Distância do local: 3 km

Intercity

Bairro: Jardins
Distância do local: 8 km
(Clique no nome do hotel para entrar no site)

Bê Hotel

Bairro: Barra Funda
Distância do local: 6 km
(Clique no nome do hotel para entrar no site)

Você sabia que o gerador é o responsável pela destinação dos resíduos da construção?

De acordo com a legislação, cabe ao gerador a destinação dos resíduos da construção e demolição, ou seja, quando ele contrata uma caçamba estacionária, ele deveria exigir o comprovante de descarte de resíduos em local adequado e licenciado.

INSCREVA-SE!

13 de junho de 2024 às 08h em São Paulo

FAQ - Perguntas frequentes

O entulho é todo e qualquer material oriundo de desperdício na construção ou decorrente de processo de ação humana, como deslocamentos, correções, reformas, reparos, produção, demolição, desconstrução, desmontagem e limpeza. É ainda o material resultante de eventos climáticos leves, médios ou agudos, bem como, enchentes, vendavais, terremotos, entre outros.

A relação entre o gerador (cliente) e o transportador (caçambeiro) é regulada pela lei de proteção ao consumidor, nº 8078/1990. Essa lei protege a prestação de serviço amparada em normas ambientais e sanitárias.

Já a resolução CONAMA nº 307 regula e define as responsabilidades de cada ator, sobretudo a responsabilidade do gerador (grande ou pequeno) na destinação correta e adequada.

O Movimento de Valorização do Transporte de Resíduos da Construção nasceu em 2020 dentro da Abrecon para qualificar e sensibilizar o setor de caçambas estacionárias e basculantes sobre a necessidade em profissionalizar o segmento. A partir do primeiro evento organizado em 2020, antes da pandemia de COVID-19, as reuniões focaram em eventos e projetos para reunir o maior número de empresas.

O evento é gratuito para usinas de reciclagem de resíduos da construção, ATT, aterros de inertes e transportadores de RCD e volumosos. Para interessados que não estejam nessa classificação, entre em contato com a Abrecon para obter o boleto de pagamento.

Consideramos transporte de resíduos toda forma de movimentação do RCD (Resíduos da Construção e Demolição) do gerador para um local de destino. Nessa definição entram os caminhões basculantes, caçambas estacionárias, transporte com carroça com tração animal ou humana.

A regulamentação do transporte dos resíduos da construção é um conjunto de normas e leis para regular a relação entre o transportador e gerador e gerador e destinatário do resíduo. Em geral essa regulamentação parte do órgão local – a prefeitura, e deve ser construída com a participação da sociedade. A regulamentação do transporte dos resíduos da construção se faz necessária para reduzir e acabar com os inúmeros crimes ambientais associados com a geração e transporte de entulho.

O Seminário Nacional dos Transportadores de Resíduos da Construção e ATT 2024 é organizado pela Abrecon em parceria com um pool de empresas transportadoras de RCD e volumosos da Região Metropolitana de São Paulo.

A Associação Brasileira para Reciclagem de Resíduos da Construção Civil e Demolição foi fundada em 2011 em virtude dos avanços na política ambiental no Brasil e como plataforma para elevar a discussão sobre resíduos da construção [entulho] no país a um outro nível.

Somos a maior referência em resíduos da construção e demolição no Brasil.

Somos os maiores pesquisadores sobre os hábitos de geração de RCD e de aplicação do agregado reciclado, bem como, de informações sobre os diversos atores do mercado de destinação de resíduos da construção.

A responsabilidade pelo resíduo é do gerador, assim, a partir da resolução do Conselho Nacional de Meio Ambiente (CONAMA) nº 307/2002, a responsabilidade pela destinação do material passou a ser oficialmente do gerador, bem como, responder pela caçamba durante o período de locação do equipamento. Ainda sobre responsabilidade do resíduo, tanto a Política Nacional de Resíduos Sólidos, lei nº 12305 e o Marco Legal do Saneamento Básico, lei 14026/2020 atribuem ao gerador do resíduo a função de destiná-lo adequadamente

O ecoponto, nome mais comum para espaços públicos para a recepção de resíduos da construção (entulho) e volumosos, é o local adequado para a destinação de entulho e móveis velhos de forma legal e correta. Esses espaços recebem até 1m³ (um metro cúbico) de RCD e resíduos volumosos por habitante por dia.

O gerador do resíduo deve ligar para uma empresa transportadora (caçambeiro) e pedir uma caçamba sempre informando o tipo de entulho a ser transportado.

Algumas empresas cobram antecipadamente outras após a remoção da caçamba.

O custo médio para a locação de uma caçamba no Brasil pode variar. Em geral, as capitais possuem preços entre R$ 350,00 a R$ 550,00 de acordo com o resíduo. Esses dados são atinentes aos dados coletados do setor entre 2020 a 2022, portanto, podem estar defasados no momento da leitura dos dados e após 2022.

Em geral há regras para a colocação dos resíduos numa caçamba estacionária. Consulte o transportador sobre a política de colocação e transporte de resíduos, bem como, atente-se ao contrato de prestação de serviço

Acesse: mapa.abrecon.org.br ou ligue para a prefeitura para obter o endereço do ecoponto mais próximo.

Os ecopontos são espaços públicos licenciados e identificados para receber resíduos da construção e volumosos de pequenos geradores, em geral até 1m³ por dia.

As usinas de reciclagem de entulho cobram o resíduo de acordo com a sua condição. A partir da triagem e limpeza do resíduo, eles jogam o material num equipamento chamado britador. A partir disso, ele fratura o resíduo e envia para uma peneira vibratória. Ali são produzidos areia, pedra, bica e rachão reciclados.

Desde 2015 a Abrecon ouve todos os atores envolvidos na gestão dos resíduos da construção e demolição no Brasil. Com essas informações, dá pra saber quanto o país gera de RCD, quanto produz de agregado reciclado e quais são os principais problemas do setor.

Se você é transportador, usina de reciclagem de RCD, ATT, aterro de inertes, secretaria municipal ou estadual, ministério do meio ambiente, fornecedor do segmento, ministério público ou TCE e TCM, entre em contato conosco e colabore.

As informações sobre o entulho são imprescindíveis para a construção de objetivos e metas, bem como, para avançar com políticas públicas para o segmento da reciclagem de RCD.

No curso de gestão e operação de usina de reciclagem de entulho, nós apresentamos o estado da arte na gestão e reciclagem de RCD.

A Abrecon organiza o único curso no Brasil voltado exclusivamente à reciclagem de entulho com professores com mais de 10 anos de experiência no setor e tradição em eventos focados na reciclagem de resíduos da construção.

Além disso, é o único curso no país com visita técnica a uma usina de reciclagem de RCD, dados atualizados conforme a Pesquisa Setorial Abrecon e pioneirismo em pesquisas sobre gestão dos resíduos e aplicação do agregado reciclado.

Inscrições encerradas

As inscrições para este evento foram encerradas.

Para acompanhar novos eventos da ABRECON fique ligado em nossas redes sociais. 

Inscrições encerradas .