SP terá sistema para rastrear resíduos da construção civil

 em Notícias
O estado de São Paulo está estruturando o Sistema de Gestão Eletrônica e Rastreabilidade de Resíduos. O secretário estadual do Meio Ambiente, Bruno Covas, anunciou a novidade nesta sexta-feira, 23, durante o Seminário de Resíduos de Construção Civil – Soluções e Oportunidades,em Santos. Uma capacitação técnica para otimizar a gestão dos resíduos da construção civil no estado.

O principal objetivo do sistema de Gestão Eletrônica de Resíduos é possibilitar ao órgão público a rastreabilidade e coleta de dados de forma eletrônica em todos os pontos, desde locais de origem desses resíduos até sua destinação final, possibilitando a visualização do reaproveitamento de materiais e do descarte efetuados. Entenda como vai funcionar o novo sistema, clicando aqui.

“O sistema vai proporcionar o acompanhamento, inclusive social, dos resíduos. A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) vai poder fiscalizar de forma mais clara e direta. O empreendedor terá mais facilidade de agir de acordo com a legislação e com isso poderá se destacar no mercado”, afirmou Bruno Covas.

O evento, em Santos, foi o 10º encontro regional. Ao todo, quase dois mil pessoas participaram das capacitações, com o objetivo de incentivar a implantação da correta gestão dos resíduos da construção por parte dos municípios, geradores, transportadores, áreas de beneficiamento e destinação.

Em Santos, o seminário aconteceu no auditório da Unimonte. É uma realização do SindusCon-SP e Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SMA). “Esses seminários foram muito importantes. Estamos capacitando e dando treinamento técnico para todos os envolvidos em toda a cadeia dos resíduos da construção civil”, afirmou João Luiz Potenza, diretor do Centro de Projetos da SMA.

Fonte: Secretaria de Meio Ambiente | 26 de novembro de 2012
Texto: Lucas Campagna Filho
Fotos: Pedro Calado/SMA

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Contate-nos

Por favor, fique a vontade para nos enviar um e-mail. Retornaremos o mais breve possível.