Sobratema Congresso – Durabilidade e Sustentabilidade de obras foram principais

 em Notícias

Cumprir os cronogramas existentes de obras com ousadia sem deixar de lado o item qualidade é tarefa das mais complexas. Obras empreendidas sob os quesitos de durabilidade e sustentabilidade. Em síntese este foi o principal tema “A construção industrializada em concreto – solução, desempenho e sustentabilidade na construção civil” conferida pela Abcic – Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto, por ocasião da M&T – Feira Internacional de Peças e Serviços de Engenharia, da Construction Expo 2011 e do Sobratema Congressos realizados no Centro de Exposições Imigrantes, São Paulo, no período de 10 a 13 de agosto.

De acordo com Íria Lícia Oliva Doniak, presidente executiva da entidade, os assuntos discutidos foram direcionados à industrialização da construção. “O enfoque foi de como executar uma obra de maneira correta, com planejamento, a fim de evitar intervenções e manutenções não previstas. Até porque a ausência de planejamento é um dos grandes gargalos da construção civil”, esclareceu.

Criar obras sustentáveis significa inovar, ter acesso à tecnologia de ponta, aplicar um concreto de alta resistência. “Só para se ter uma idéia, depois da água, o concreto é o segundo material mais consumido no mundo”, comentou.
A presidente executiva da Abcic fez questão de ressaltar que não se trata da questão da quantidade de concreto a ser empregado, pois se pode reduzir o volume desse material sem perder qualidade.

Os sistemas pré-fabricados de concreto estão presentes em inúmeros tipos de obras, desde residenciais e indústrias até shopping centers, estádios, pontes e viadutos. Essas edificações podem contar com estruturas pré-fabricadas de concreto, coberturas e vários outros elementos, segundo as necessidades de cada obra, levando em consideração aspectos técnicos, econômicos e de qualidade. “Dentro do setor como um todo há espaço tanto para os sistemas construtivos em concreto, como também em aço”, destacou.

Por sua vez, o engenheiro Cassius Cerqueira, do IABr – Instituto do Aço Brasil, discorreu sobre o tema “O uso sustentável do aço e coprodutos na construção civil”. Cerqueira enfocou a indústria do aço brasileira, a construção sustentável e o Centro de Coprodução do Aço que foi criado no Brasil para divulgar o uso do agregado em substituição à brita na pavimentação, lastro ferroviário e gabiões (construção em encostas). Cerqueira explicou que “os resíduos são beneficiados e transformados em coprodutos para utilização e infraestrutura em substituição à brita”.

O eng. Fábio Pannoni, da Abcem – Associação Brasileira da Construção Metálica, abordou aspectos técnicos do aço, desde a abundância do material, reciclagem e durabilidade, entre outros. Como exemplo, citou o prédio da prefeitura de Londres, Inglaterra, construído em estrutura metálica e com vida útil de 100 anos.

O presidente da entidade promotora das duas feiras também ressaltou o sucesso da realização paralela do Sobratema Congresso, cujo temário foi amplo e abrangente, contemplando 17 conferências proferidas por mais de duas dezenas de palestrantes e com um número de 1208 participantes, suscitando informações, debates e esclarecimentos sobre as grandes obras que estão sendo realizadas por todo o País, além de conhecimentos sobre a aplicação de tecnologias inovadoras e sustentáveis no campo da Engenharia Civil e Mecânica nas áreas da construção e equipamentos.
Fonte: Portal Sobratema | 16 de agosto de 2011

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Contate-nos

Por favor, fique a vontade para nos enviar um e-mail. Retornaremos o mais breve possível.