Engenheira destaca vantagens da boa gestão dos resíduos da construção civil

 em Notícias
O setor da construção civil tem sido alvo de inúmeros estudos e discussões envolvendo a área ambiental. No que diz respeito aos resíduos sólidos, estudos indicam que a atividade é responsável pela maior parcela de lixo gerado nos municípios. Estados como São Paulo e Minas Gerais começaram a adotar práticas de gerenciamento de resíduos há mais de 10 anos, e cidades como Balneário Camboriú e Joinville iniciaram suas práticas há algum tempo.

Em Florianópolis, iniciativas que envolvem a redução, reutilização e reciclagem de materiais e resíduos sólidos começam a ser difundidas em alguns empreendimentos. Iniciativas como o Programa Entulho Zero, adotado na construção do primeiro edifício corporativo da Baía Sul de Florianópolis, têm como objetivo monitorar e gerenciar o resíduo proveniente da obra. Contempla todos os setores e etapas, envolve todos os colaboradores no processo e é uma estratégia pioneira em construções no Estado.

O programa estabelece um padrão em gestão de resíduos da construção buscando não só o atendimento às leis, mas também a excelência no controle da geração do lixo, a capacitação de mão de obra e padronização de processos. A iniciativa é um estímulo para as construtoras, que passam a ter importante papel social e ambiental. Além disso, representa incremento em organização e limpeza dos canteiros de obras, que resulta em ganhos de qualidade construtiva e mobilidade, aumentando a produtividade e reduzindo custos por desperdício. Uma maior adesão ao programa proporcionaria às construtoras respaldo legal e marketing sustentável.

As iniciativas também trazem benefícios à cidade: com os resíduos gerenciados de maneira adequada, os despejos ilegais da construção civil tendem a desaparecer, reduzindo os gastos com limpeza urbana.”

Fonte: Diário Catarinense | 23 de abril de 2014

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Contate-nos

Por favor, fique a vontade para nos enviar um e-mail. Retornaremos o mais breve possível.